#lei

O Naufrágio

Era uma vez um menino de dez anos chamado Mandri, que trabalhava como aprendiz de chefe de cozinha no navio The Monster. Lá, através de outro cozinheiro, Mandri conheceu a história do lendário mar Paraiso azul. O garoto ficou impressionado e sonhou em um dia achar esse tal oceano chamado Paraíso azul.

Em um certo dia tempestuoso, Mandri estava em sua cama quando ouviu gritos. Ele saiu correndo para ver o que estava acontecendo e viu que a embarcação estava sendo atacada por piratas. Numa tentativa de deter os piratas, Mandri, com uma faca, foi à luta, mas acabou apanhando do capitão dos piratas, Muctu. Mesmo assim, ele persistiu em defender o navio e revelou que não poderia morrer, pois o seu sonho era encontrar o Paraíso azul.

Tudo parecia perdido, quando, de repente, a tempestade ficou gigante e virou o navio. As ondas levaram Mandri e Muctu à uma ilha desabitada, em que deveriam esperar por um resgate. Muctu disse que se tivessem sorte, o resgate poderia chegar no dia seguinte, mas se eles não tivessem, teriam que esperar na insula para sempre. Muctu deu à Mandri um saco de comida suficiente para cinco dias; o menino aceitou, mas questionou a ação. Assim, Muctu disse que conhece um bom garoto quando vê, e que ele parecia com seu filho.

Para aumentar as chances de resgate, cada um teria que ficar em uma ponta da ilha e, caso avistasse um navio, um avisaria o outro. Se passaram sete dias e sua comida acabou, então Mandri foi à caça de comida, mas só achava insetos e frutas, e foi com isso que o menino sobreviveu por messes. Mandri não aguentava mais comer só aquilo, assim foi atrás de Muctu com a intensão de conseguir mais comida. Chegando no outro lado da ilha, espiou o pirata e descobriu que o saco dele estava cheio. Armado com uma faca, Mandri pegou o saco de Muctu e, para a sua surpresa, não havia comida alguma dentro, somente tesouro. Mactu havia mesmo dado ao garoto toda comida que tinha.

Mandri, então, olhou para o pirata e descobriu como ele sobreviveu todo esse tempo sem comida. Mactu cortou sua própria perna quando salvou Mandri de se afogar no naufrágio. Emocionado, o garoto perguntou o porquê da gentileza. Muctu repondeu que havia perdido o filho dele, e que os dois garotos possuem o mesmo sonho: um dia encontrar o Paraiso azul.

- Espero que você realize o seu sonho e o sonho do meu filho. Disse Muctu à Mandri.

Pouco tempo depois de dizer essas palavras, o pirata morreu e o garoto enterrou o capitão. O menino já estava desistindo quando avistou um navio e saiu gritando e correndo para ser resgatado.



169





Acesse

Oferecimento


© 2016 Contaí. Todos os direitos reservados ao CEM Ir. Acácio | Desenvolvido por Ponks Software Development