#lei

A Mulher Sem Medo

Um homem estava folheando o seu precioso jornal matinal e leu a notícia de que cientistas afirmavam ter encontrado uma mulher que não tinha medo de nada. Depois de se questionar sobre a notícia, o homem teve uma grande ideia: escrever um livro sobre essa figura única e ganhar muito dinheiro. Entretanto, não sabia como se aproximar da mulher. Pensou, pensou, e lhe veio a ideia de seduzi-la e se casar com ela. Como conseguiria isso?

Mudou o foco. Sua “grande” ideia foi ameaçá-la com agressões verbais e físicas, mas aquela mulher não tinha medo de nada e lhe disse:

* Bem que eu queria ter medo de suas palavras e agressões.

Então, o homem se sentiu humilhado com as palavras da mulher e desafiou-se a amedrontá-la.

No dia seguinte, questionou-se: “uso um rato ou uma barata?”. Escolheu a barata por questões de localidade. Assim, foi à rua, recolheu as baratas e colocou-as em um vidro. Minutos depois, quando a mulher saiu de casa para ir ao shopping pagar umas contas, o homem entrou em sua casa e espalhou as baratas para causar medo na mulher quando ela as avistasse. Entretanto, enquanto fazia sua tarefa, ele se deparou com um grande rato que o fez tremer de susto.

O homem se encheu de medo e subiu em uma cadeira tremendo de medo agarrado no vidro vazio. Neste momento, a mulher chegou em casa e, quando se deparou com aquela cena, começou a dar risada sem parar. Depois de se divertir com aquela situação, ela buscou uma vassoura e partiu em busca do rato; após uma cansativa caçada, o rato foi apanhado. Descendo da cadeia, o homem refletiu e concluiu que viver com uma mulher sem medo é realmente amedrontador.



299





Acesse

Oferecimento


© 2016 Contaí. Todos os direitos reservados ao CEM Ir. Acácio | Desenvolvido por Ponks Software Development