#lei

Um sonho possível

Vitor jogava bola quando tinha 15 anos e sonhava em ser um grande jogador de futebol para dar felicidade aos seus irmãos mais novos porque a família tinha pouco dinheiro e sua mãe, Regina, trabalhava para compra comida para a casa e pagar aluguel, água e luz. Vitor jogava com uma chuteira um pouco rasgada, pois não tinha dinheiro pra comprar uma nova, mas isso não o impedia de jogar com muita ousadia e alegria. Quando ele entrava dentro de campo esquecia de tudo e buscava dar o máximo, se esforçava para ajudar seus companheiros.

Mas Vitor estava passando uma fase ruim na sua vida (dentro e fora de campo), pois as coisa estava difícil porque Regina foi mandada embora do trabalho, as notas dele estavam ruins. O diretor chamou Regina pra ir no colégio para falar sobre o caso de Vitor. Ela foi, chegando lá, foi fala com Paulo, o diretor:

- Boa tarde, senhor Paulo, o que está acontecendo com o Vitor?

- Então, dona Regina, seu filho tá com notas baixas, não presta atenção na aula e dorme nas aulas. A única solução que temos para isso é que ele trabalhe de manhã, faça um curso aqui à tarde e estude à noite.

- Mas, Paulo, ele vai cansar mais do que já se cansa e vai parar de joga bola!!

- Dona Regina, iremos mandá-lo trabalhar, pois ele disse que na sua casa está meio tenso, à tarde ele vai mexer com uma coisa que ele gosta, que é futebol, irá fazer reportagens sobre esportes e coisas do tipo, à noite ele vai estudar com mais calma e iremos ajudá-lo.

- Então está bem, combinado.

Chegando em casa, Vitor estava descansando e sua mãe diz:

- Filho, você vai para de jogar futebol para ajudar aqui em casa e melhorar suas notas.

- Mas, mãe, por quê?

- Já estamos conversados e pronto.

No dia seguinte ele começou a fazer o que sua mãe e seu diretor tinham conversado. Chegando ao colégio ele viu uma garota linda chamada Vitoria, mas ele era meio envergonhado e essa menina namorava. Na hora do intervalo Vitoria foi fala com Vitor e eles começaram a conversar e viraram amigos. Vitoria estava quase terminando seu relacionamento porque não sentia mais nada pelo seu namorado, e Vitor foi se apaixonando pela Vitoria. Depois de alguns dias Vitoria terminou seu relacionamento com o namorado e Vitor tomou suas dores pela Vitoria e ela foi se apegando a ele. Vitor falou porque estava estudando à noite e coisas sobre sua vida e Vitoria foi falando com ele até que eles se beijaram.

Depois de dois anos, Vitor, que já estava com com 17, voltou a jogar futebol e estava namorando Vitoria, ele recuperou as notas e sua mãe voltou a trabalhar. Ele foi chamado para jogar no River Plate, um time argentino. Ele foi uma grande contratação e seus irmãos, mãe e namorada ficam orgulhosos por ele ter lutado e conquistado suas metas.

Hoje em dia, com 60 anos, ele abriu uma escola de futebol para crianças com as mesmas dificuldades que ele tinha na infância para que as elas, que têm os mesmo sonhos, nunca parem de lutar; essa motivação ele dá para vários garotos. Vitor se casou com Vitoria e levou seus irmãos e mãe para morar com os dois, e a vida dele era descobrir talentos.

 

 



192





Acesse

Oferecimento


© 2016 Contaí. Todos os direitos reservados ao CEM Ir. Acácio | Desenvolvido por Ponks Software Development